Quer mudar? Conheça o seu DNA, por Heloisa Garbuglio

Por que consumismo de maneira desenfreada? Por que nada mais nos satisfaz?
Por que nossos governos estão alheios as todas as nossas necessidades intelectuais, sociais, morais, religiosas? Por que o mundo é injusto?
Porque se fala tanto em ecossistema, em sustentabilidade, em cidadania, ética?
Por que tanta exclusão? (sexo, religião, raça, etnia)

O mundo (natureza e seres humanos) clamam por mudanças. Mudanças de paradigmas que se fazem necessários. Em todas as áreas e nos mais diferentes aspectos de nossa vida. Vamos entender que essa mudança terá que vir do nosso DNA, como agirmos e trabalharmos com ele.

O corpo humano é a coisa mais valiosa que possuímos. Ele armazena e mantém uma abundância de informações, sabedoria e conhecimento sobre todos os aspectos de nós mesmos. No momento da concepção recebemos duas linhagens sanguíneas diferentes, (pai e mãe), certas combinações e pares de genes recessivos. Estes genes contêm códigos de luz que nos dão a maior oportunidade de acessar e desenvolver nossas capacidades espirituais e de curar aspectos danificados e feridos de nossa alma.

Todas as nossas experiências estão contidas em nosso DNA, desde o sistema de crenças de nossos pais, mitos da sociedade em que vivemos, bem como as dores e tendências herdadas por meio da linha genética de nossos antepassados. Nossos ancestrais aceitavam e criaram ensinamentos que se tornaram crenças limitantes. Essas crenças codificam o DNA nas células do nosso corpo. Muitas delas relacionam-se ás idéias de destino imutável e pré- determinismo psíquico. Passamos a agir conforme o que aprendemos.

Ora… Aonde irão se instalar essas crenças que moldam nosso comportamento? No nosso subconsciente, transformando nosso DNA, por meio de pensamentos, sentimentos e emoções. Quando isso acontece nossas células registram saltos quânticos de mudança energética. São 100 trilhões de pedaços de química, formando um campo multidimensional. Esse campo tem aproximadamente 8 metros de largura e seu nome em hebraico é MERKABAH. Nossas células são magnéticas, bem como o campo da Terra. Tudo se conecta.

E o que nos conecta? A energia, essência da vida. Vivemos num mundo material e também somos matéria. A matéria é formada por átomos. Seu núcleo é formado por energia condensada. Logo, tudo que existe no universo é feito de energia condensada. O que significa, então, energia condensada? Energia significa força, potência, capacidade de realizar trabalho. Dessa forma, dentro de cada átomo (que nos forma) há energia e as partículas que o compõem vibram o tempo todo, estão em movimento. Tudo é vibração. Somos pequenos pontos de moléculas em vibração coesa e contínua – o que nos dá a impressão da materialidade. Tudo no universo vibra, se movimenta em diferentes velocidades. Assim, se tenho um pensamento distorcido, posso criar uma molécula distorcida – criando uma distorção molecular e, possivelmente o inicio de uma doença. O pensamento é energia que pode transmitir para o cérebro físico vibrações de nossos impulsos, emoções e sentimentos positivos ou negativos, materializando os nossos desejos. Não podemos esquecer que a matéria é movida pela energia e a energia por nossa consciência. Nossa observação, nossa atenção e nossa consciência sobre nós mesmos têm a capacidade de interferir em nosso processo de desenvolvimento. Por isso, devemos ter cuidado com o que pensamos e positivando nossos pensamentos. Nesse sentido, tudo o que determinamos por meio de nossos pensamentos, o universo conspira e realiza; pois, a energia que usamos para isso obedece à informação do pensamento. Portanto, é preciso crer para ver, já que somos o que pensamos – temos não o que queremos, mas o que cremos.

Nós somos as nossas emoções, elas acontecem no nosso sistema como se fossem hábitos. Nosso cérebro reage a esse estimulo interno e externo. A grade magnética da Terra é um sistema de comunicação do DNA e tem permanecido principalmente como um sistema de resgate para a humanidade. O nosso magnetismo reage com a essa grade magnética. A ciência provou por meio da Física Quântica que somos todos energia e estamos ligados e conectados uns aos outros por meio da nossa vibração.

E o que fazermos com todas essas informações?

Um dos aspectos mais emocionantes do nosso processo evolutivo é a reorganização do nosso DNA. Criaremos um sistema nervoso mais evoluído que facilitará que novas informações cheguem á nossa consciência. O DNA serve de ligação com a rede de energia de nossos corpos, que atuam como portais energéticos, conectando-nos com as forças vitais de nossa existência.

Se trabalharmos nossas ondas de energia e luz, seremos capazes de compreender que a transformação desse planeta baseia-se na cura e no poder de nossas mentes. Ao ativarmos todos os filamentos do nosso DNA faremos um alinhamento em nossos corpos, que nos permite mudar suavemente para níveis de vibração e frequências de luz mais elevadas, ajudando em nosso processo de despertar a nossa consciência.

No DNA existem atributos espirituais que são quânticos. A maior parte da química que podemos observar no genoma humano está em estado quântico. O DNA é exclusivo para cada um. Não existem dois iguais. O DNA determina um campo que é interdimensional. Esse campo é a nossa consciência. Determina também instruções e influencia atividade onírica do nosso cérebro. Contém informações para construir outros elementos das células. DNA é um projeto pessoal e contém toda a nossa informação mental, emocional, física energética e espiritual.

E por que tudo isso é importante?

Por meio da fala podemos apagar marcadores que se encontram em nosso DNA e produzem nossas doenças, traumas e feridas de alma. Assim, encontramos famílias que vêm repetindo o mesmo padrão de doença há séculos. Esse padrão é passado pelo DNA de geração em geração e acabamos nos tornando nossos próprios ancestrais.

O que são esses marcadores?

Sabemos que existe uma correlação entre magnetismo e a nossa consciência. O material codificado geneticamente dentro do nosso corpo e no nosso DNA comanda nossa aparência, nosso modo de agir bem como é uma parte muito importante dentro do nosso sistema de comunicação global. O DNA responde tanto á consciência quanto ao eu pensante a partir de nossas percepções humanas.

Produzimos transformações em nosso DNA por meio dos nossos sentimentos, bem como ele (DNA) atua e interage no ambiente que nos cerca. Tudo no Universo é composto de luz, informação e ressonância. Traumas que são codificados em nosso subconsciente. Famílias, cujos familiares morrem das mesmas doenças, crenças que passam de gerações em gerações padronizando os nossos comportamentos e todos os NÃO POSSO, NÃO QUERO, NÃO CONSIGO, NADA DÁ CERTO. O QUE ESTOU FAZENDO AQUI…

Como acessarmos nosso DNA para termos corpos mais saudáveis? No momento, além de muitas outras terapias surgiu essa nova abordagem de cura. Ela fala das nossas emoções e como reprogramarmos nosso DNA. Esse é o momento de articularmos os saberes sejam eles científicos ou religiosos, porque tudo isso faz parte da condição humana, assim como ter um inconsciente. Esses saberes que nos compõem precisam ser divulgados e recuperados para darmos conta de uma vida melhor nesse planeta, nesse momento. Somos todos aprendizes de um novo paradigma em que a vida é muito maior do que pensamos: somos mais do que a matéria e navegamos pelos tempos trocando aprendizagens. Somos uma forma de energia que emana da Criação. A Reconexão é uma troca acelerada de energia, luz e informação encontradas nas frequências de Cura Reconectiva. É o retorno à nossa essência. Acelera o nosso processo evolutivo e nos encaminha para a realização do nosso propósito de vida. Aperfeiçoa a atividade do nosso corpo físico e mental, trazendo serenidade, paz interior, concentração, aumento de desempenho, intuições e inspirações. Ativa a glândula pineal e reestrutura por meio das linhas axiatonais nosso DNA, durante a interação com o espectro de cura, permitindo acesso a uma rede atemporal de inteligência universal, com diferentes níveis de vibração e frequências de cura humanas. Informem-se!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *